Quem era Pedro afinal?

pedro

O apóstolo Pedro foi um dos primeiros discípulos escolhidos por Jesus., e Pedro também é chamado na Bíblia de Cefas, Simeão e Simão.

Andando à beira do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André.

Eles estavam lançando redes ao mar, pois eram pescadores.

E disse Jesus: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”.

No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram. – Mateus 4:18-20

“Eu os farei pescadores de homens”. Estas palavras do Senhor Jesus, direcionadas a Pedro e seu irmão André, aparecem nos primeiros três Evangelhos, e são bem conhecidas pela grande maioria dos crentes.

Gostamos de refletir sobre o significado desta frase, de ser um “pescador de homens”, normalmente interpretando-a como um “ganhador de almas”, ou um evangelista.

Vejamos alguns aspectos para nosso estudo:

PEDRO: O ESCOLHIDO

Pedro

Pedro era um pescador profissional. Lendo os Evangelhos, eu entendo que Pedro não somente trabalhou como pescador, mas amou o seu trabalho.

Ser pescador foi a sua identidade, o seu orgulho. Esta profissão significava quem ele era: Pedro, o Pescador.

Nos evangelhos nós vemos o quanto Pedro se identificou com a pesca. Duas vezes nós temos relatos dele ter passado a noite inteira pescando (Lucas 5:5 e João 21:3).

Veja o artigo: “Princípios de liderança”

Depois da morte do Senhor Jesus, e Pedro ter negado que ele O conheceu, a reação de Pedro foi de voltar a pescar:

“Vou pescar” (João 21:3 – e mesmo assim, o Senhor Jesus o restaurou, num processo que começou com Ele enchendo seu barco com peixe e preparando café de manhã – que incluiu peixe sobre as brasas).

Eu imagino que Pedro viveu para a pesca. Ele pescou o dia todo – e, às vezes, a noite toda também. Sua comida preferida foi peixe.

Quando ele dormia, acredito que provavelmente sonhava com peixe!

Jesus não o chamou para abandonar completamente o seu dom, sua profissão, a sua habilidade. Porém Ele pediu uma entrega total do pescador, para que este pudesse se tornar pescador para o Rei e para Seu reino, um pescador de homens.

Mas, é em capítulo 17 de Mateus, versículos 24 a 27, que nós realmente vemos como a habilidade natural de Pedro para pescar, combinou com o poder sobrenatural do Senhor Jesus para providenciar o dinheiro para pagar o imposto do tempo:

A OUSADIA DE PEDRO

Apóstolo Pedro

No dia de Pentecoste, quando Pedro recebeu a unção, a capacitação do Espírito Santo, nós finalmente vemos o pescador jogando a sua rede e pescando 3000 almas numa só vez:

Pedro respondeu: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo.

Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus, chamar”.

Eu creio que no exemplo de Pedro nós vemos uma verdade importante sobre nossos dons e ministério e Deus planejou e projetou seu destino antes de você nascer.

Veja o artigo: “O que você necessita para Deus te usar?”

Já te deu habilidades, interesses e desejos que, depois de serem entregues ao Senhor Jesus, santificados pelo Seu sangue e remidos para Seu reino, formam uma parte fundamental do seu destino:

“Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos” (Efésios 2:10).

As coisas que nós gostamos de fazer, aqueles dons e habilidades naturais, quando entregues ao Senhor Jesus e ungidos com Seu Espírito, muitas vezes formam a base de nosso ministério.

Em Atos 1:8 Jesus prometeu aos Seus seguidores que o Espírito Santo iria “descer sobre” eles. Ele usou a mesma linguagem em Lucas 4:18 quando falou que “O Espírito do Senhor está sobre mim”.

Em João capítulo 18, versículos 10 e 11, podemos ver que ele portou uma espada, talvez pensando que seria um grande soldado como o Rei Davi, assim lutando nas batalhas do Senhor e defendendo o Messias:

CONCLUSÃO

Podemos aprender com Pedro que devemos ser quem Deus nos criou para ser. Ele nos criou com propósitos, e mesmo que Ele que nos unja com Seu Espírito, tudo que Ele tem plantado, tem colocado dentro de nós, faz parte de Seu plano para nosso destino.

Pense nisso e siga em frente

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui embaixo e deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.