Posso tocar no meio secular? | Músico cristão pode tocar no mundo?

Posso tocar no meio secular

Será que posso tocar no meio secular ou Deus não se importa com isso? A música, como tudo que há, foi criada por Deus, como também os estilos musicais.

Porém o diabo que é o pai da mentira e deturpou o que Deus criou, transformando o que é para Louvor e Glória do Senhor em algo para seu louvor, para algo que desvaloriza o ser humano e “tornando a música uma ferramenta poderosa que destrói o caráter de muitos”.

Já imaginou a seguinte situação: Você faz parte do grupo de louvor da sua Igreja, é um ótimo músico, sabe cantar e tocar vários instrumentos e após o culto, um visitante não crente te convida para integrar a banda musical dele, para tocar em vários lugares do Brasil com cachê alto.

A pergunta é o seguinte: é certo você tocar músicas do mundo?

Neste artigo iremos abordar as dificuldades e as soluções deste caso.

POSSO TOCAR NO MEIO SECULAR OU ISSO É DO DIABO?

Posso tocar no meio secular

Temos de compreender precisamente o que é “música do mundo” – que não necessariamente é o que se costuma chamar por aí de “música do mundo”.

Pois música “secular” é uma coisa, música “do mundo” pode ser outra completamente diferente. E aí nós temos uma questão interessante a debater.

1.O que a Bíblia chama de “mundo”?

Primeiro temos que compreender o que a Bíblia chama de “mundo”. No contexto das Escrituras, “mundo” (do grego kosmos) é todo um sistema de valores e práticas que se opõem ao Evangelho, ou seja, àquilo que Jesus ensinou. Ao Reino de Deus.

2.Os cristãos não devem se misturar com o que é do mundo

Tendo entendido o que é “mundo” segundo a Bíblia, vamos ao segundo passo: provar biblicamente que Jesus e o que é do mundo não se misturam.

E, logo, que o cristão e o que é do mundo não se misturam. Para isso, vamos à Palavra de Deus:

1  João 2:15 – “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele”.

Veja o artigo: “A dificuldade de usar o cantor cristão e o hinário na igreja”

Há muitas outras passagens, como a famosa Jo 3.16, mas, para não tornar este texto demasiadamente enfadonho, acredito que essas já são suficientes para demonstrar essa realidade:

3.O que é música “do mundo”?

Seguimos para o terceiro e fundamental passo: definir o que exatamente é “música do mundo” – aquela que, pelo que já vimos pelos dois passos anteriores, tem de ser evitada pelo cristão.

Como posso tocar no meio secular, se as pessoas me reconhecem com alguém religioso ou crente? Seria muito complicado isso.

QUAL O SEU PROPÓSITO AFINAL?

Posso tocar no meio secular

Precisamos entender qual o propósito da música cristão:

(1) O propósito da música. É música apenas para louvor, ou será que Deus criou a música para relaxar e entreter?

O músico mais famoso da Bíblia, o Rei Davi, tinha como propósito principal usar a música para adorar a Deus (veja Salmo 4:1; 6:1; 54:1; 55:1; 61:1; 67:1; 76:1).

No entanto, quando o Rei Saul estava sendo tormentado por espíritos perversos, ele chamava Davi para tocar a harpa para acalmá-lo (1 Samuel 16:14-23).

Eu posso tocar no meio secular, mas também não pode viver uma vida bipolar, sem os mandamentos do Senhor.

Será que você pode tocar no meio secular, só porque alguém te convidou e há a possibilidade de ganhar muito dinheiro? Pense que você foi feito para glória de Deus, e mesmo que você possa tocar no meio secular, é preciso entender qual o seu lugar na Eternidade.

No Novo Testamento, o Apóstolo Paulo instrui os Cristãos a encorajarem uns aos outros com música: “falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais” (Efésios 5:19).

(2) O estilo de música. Triste dizer que o estilo de música é um assunto que causa divisões entre os Cristãos. Há cristãos que inflexivelmente exigem que instrumentos musicais não sejam usados.

Há outros Cristãos que só querem saber de cantar os hinos da antiguidade. Há Cristãos que querem música mais agitada e contemporária.

Veja o artigo: “Qual tipo de música você tem tocado na Igreja?”

O grande problema:

O que está em questão aqui não é a atividade em si mesma, mas o ambiente onde ela é geralmente executada. O ambiente no qual o músico trabalha é um ambiente geralmente rotulado como pernicioso e nocivo à moral pela maioria do setor evangélico da sociedade.

Isto acontece pelo fato de haver em alguns desses lugares a presença de drogas, bebidas, e coisas do gênero. Posso tocar no meio secular mesmo estando com cargos na Igreja e aconselhando jovens? 

É PRECISO DEFINIR UM ESTILO DE VIDA CRISTÃO

Posso tocar no meio secular

Sabemos que a música foi criada por Deus e não pelo o diabo. Mas, isso não é uma boa desculpa para se curtir música secular.

Meu amigo, sexo foi criado por Deus e não pelo o diabo. Porém, isso não vai me justificar de alugar um filme pornográfico.

Está entendendo? Claro que Deus criou a música e é óbvio que o diabo a perverteu. Por isso, vou procurar a coisa do jeito que foi criado por Deus e não a perversão. Há uma diferença muito grande.

“E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2 Coríntios 6:14)

Há aqui um copo vazio, decido encher ele de Agua, no final ele estará cheio de limonada?

Veja o artigo: “O servo de Deus pode ouvir músicas seculares?”

O que as musicas seculares promovem? Posso tocar no meio secular apenas porque estão me pagando, ou porque não vivo para o Senhor?

Se você enche a sua cabeça com as letras de músicas seculares, me diga que não vai ter efeito na sua vida.

Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tiago 4:4)

Já é um fato provado que qualquer coisa que alguém deixe ocupar sua mente vai mais cedo ou mais tarde determinar sua linguagem e comportamento.

Esse é o princípio por trás de Filipenses 4:8 e Colossenses 3:2-5: estabelecer pensamentos que agradam a Deus. 2 Coríntios 10:5 diz que devemos levar “cativo todo pensamento à obediência de Cristo”.

Essas passagens deixam bem claro a que tipo de música não devemos escutar.

CONCLUSÃO

Vamos curtir tempo com a pureza e perfeição e não com a perversão. Vamos ser um povo separado e santo. Vamos ser radicais para que possamos ver resultados radicais. Vamos curtir tempo com Deus e não o diabo.

Pense nisso e siga em frente

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui embaixo e deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.