O servo de Deus pode ouvir músicas seculares?

Será que o servo de Deus pode ouvir músicas seculares? Quantas vezes estamos na igreja e ouvimos a discussão sobre ser pecado ou não o crente ouvir músicas seculares?

É muito comum ouvirmos esse debate, principalmente entre jovens e adolescentes.

Mas crente pode ouvir musica do mundo?

Embora muitos considerem essa discussão desnecessária e sem propósito dentro da igreja.

É importante levar em conta que a igreja também deve servir como lugar onde as pessoas se sintam à vontade para tirar suas dúvidas.

Todos os assuntos são igualmente passíveis de repercussão, contanto que a intenção daquele que pergunta é, realmente, aprender corrigir seus erros e estar mais perto de Deus.

OUVIR MÚSICAS SECULARES É CRISTÃO?

ouvir músicas seculares

Portanto, elaboramos esse artigo sobre o crente ouvir músicas seculares a fim de eliminar todas as possíveis dúvidas sobre esse tema.

Ainda que seja um assunto tido como sem importância por muitas igrejas, é imprescindível falar a respeito.

Pois, se tantos crentes apresentam dúvidas sobre a questão.

É porque a igreja não tem pregado o suficiente sobre isso a ponto de sanar as dúvidas dos cristãos.

Sem mais delongas, saiba se o servo de Deus pode ou não ouvir músicas seculares!

TUDO PARA OBEDIÊNCIA A DEUS

ouvir músicas seculares

Iniciando a nossa discussão, tomamos como base as palavras do apóstolo Paulo em sua primeira carta aos Coríntios, capítulo 10, versículo 31, que diz:

“Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.”

Logo em seguida, no versículo 33, Paulo também diz o seguinte:

“Assim como também eu procuro, em tudo, ser agradável a todos, não buscando o meu próprio interesse, mas o de muitos, para que sejam salvos”.

Diante desses versículos, vemos a preocupação de Paulo com relação à igreja de Coríntio.

A sua palavra diz que, em todas as coisas, o servo de Deus deve fazer aquilo que for para a glória de Deus.

Da mesma forma, ele afirma que devemos fazer aquilo que é do interesse de muitos, e não o próprio, para que sejamos salvos.

Dessa forma, pode-se induzir que, ao ouvir músicas seculares, o servo de Deus não está priorizando a glória de Deus, mas sim seu próprio interesse, como Paulo diz.

Veja o artigo: “O cristão pode assistir o filme 50 tons de cinza?”

Se devemos priorizar fazer a vontade de Deus ao comer e beber, quanto mais naquilo que escutamos e vemos, correto?

Fazemos parte de um corpo, que é a Igreja e, ao priorizarmos nosso próprio interesse no lugar do interesse de muitos, podemos prejudicar nossa própria salvação.

Fazemos sempre a pergunta sobre que é musica secular, mas continuamos não dando ouvidos ao mandamento de Deus.

Por isso, é melhor pensar bem ao ouvir essas músicas seculares, e é claro que não há nenhum versículo bíblico falando claramente sobre tal situação.

Porém, acima de tudo, é importante pensar que tipo de brechas isso abre em sua vida e, também, qual a influência que o ato de ouvi-las pode trazer ao seu dia a dia.

O QUE DEVE OCUPAR NOSSO PENSAMENTO?

ouvir músicas seculares

Sabemos que os olhos e ouvidos são as formas pelas quais adquirimos maior parte do conteúdo que habita em nossas mentes.

Nossos sonhos, desejos e intenções são criadas a partir do que lemos, vemos, ouvimos e vivemos no cotidiano.

Portanto, as músicas que ouvimos fazem parte da construção de como pensamos e como entendemos vários aspectos da vida.

Sobre isso, Paulo adverte em Filipenses 4:8:

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo tudo o que é puro, tudo o que é amável.

Tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”.

Veja o artigo: “O crente pode frequentar festas seculares?”

A palavra dita, também pelo apóstolo Paulo, sobre aquilo que deve habitar nosso pensamento, é algo muito sério e importante, e deve ser levado em conta.

Só poderemos controlar nossos pensamentos se refrearmos as más influências que temos tido através das brechas que temos dado em nossas vidas.

Como ouvir músicas seculares e assistir filmes e séries que não condizem com como o crente deveria proceder.

A bíblia também diz em Salmos 119: 9-11 que:

“De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra.

De todo o coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos. Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.”

Logo, a maneira como guardaremos puro nosso caminho é, assim como Davi fez, guardando os mandamentos do Senhor.

Buscando-o de todo o coração e estando sempre sedento por mais D’Ele.

Assim, ouvir músicas seculares será um mero detalhe descartável em nossas vidas.

E também existe musicas seculares com letras cristãs, um verdadeiro absurdo.

VOCÊ É PARA LOUVOR E GLÓRIA DO SENHOR

ouvir músicas seculares

Finalmente, a principal razão para desconsiderar as músicas seculares é que fomos feitos para louvor e glória do Senhor. 

E devido a isso, nossa boca e ouvidos devem servir para ouvir louvores a Ele e adorá-lo em espírito e em verdade.

Conforme lemos em Efésios 6:12: “A fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo”.

Ao prestarmos tais louvores, estamos cumprindo o propósito para o qual fomos criados e, então, nos sentimos felizes, alegres e completos.

Veja o artigo: “É correto os cristãos assistirem filmes seculares?”

E não precisamos mais ouvir nenhuma música secular para nos identificarmos com ninguém mais que não seja Cristo.

E também entra na discussão se musicas seculares que edificam, é claro que não!

Devemos sempre lembrar que não fomos criados para habitar este mundo, e sim viver com Deus, para sempre, em sua morada.

Quando o aceitamos como Senhor e salvador de nossas vidas, nascemos de novo, ganhamos um novo espírito, que é vivo e testifica com o espírito do Senhor.

Quando o adoramos e o louvamos, nosso espírito testifica com o de Deus e sentimos sua presença mais do que nunca.

CONCLUSÃO

Portanto, o louvor, a música, é algo sagrado e uma ferramenta muito utilizada para nos conectarmos cada vez mais com Deus.

Por isso, não corrompa a ferramenta de adoração utilizando-a como prazer próprio.

Mais vale um dia na presença do Senhor do que mil anos em qualquer outro lugar.

Priorize sempre sentir a presença de Deus e louvá-lo com cânticos de Sua vontade para nós e experimente crescer espiritualmente Nele. 

Se você gostou deste artigo, curta no Facebook ou compartilhe, clique aqui embaixo e deixe seu comentário.

6 Comentários

  1. Quanta besteira! Eu fiquei muitos anos sen ouvir músicas seculares. Confesso que até hoje não ouço pq já acostumei. Encontrei músicas de cantores cristãos nos estilos que eu gosto. Em primeiro lugar, não tem como saber no que a pessoa estava inspirada ao compor uma música. Pode ser que seja um cantor “secular” inspirado em Deus e um cantor cristão inspirado em outra coisa. Em segundo lugar, tá vms dizer que só ouço músicas de cantores “gospel”, aí se o cara se desviou eu não posso mais ouvir as músicas dele? Não faz sentido. O melhor é prestar atenção na letra e se ela diz coisas boas podemos sim ouvir. Afinal, não sabemos o que há por trás da indústria da música “gospel”.

  2. Também não adianta só ouvir música religiosa e não fazer o bem, sempre. Existem pessoas que ouvem funk, que eu não escuto porque não gosto das letras , das roupas,da dança; porque acho vulgar. Mas, tem pessoas que ouvem esse estilo e respeita se preocupa com o próximo. Enquanto, outros só ouvem músíca gospel e, arruma intriga e desavença no trabalho. Daí vão falar que é problema dele, que individual, que só ele responde pelos seus atos. Então, se ele ouvir música secular, só ele responde. Não se pode falar que é errado. E o que falar desses cantores gospel, que tem estilo country, hip-hop, sertanejo, rock, para atrair os jovens?! São letras parecidas, às vezes mudam só a letra permanecendo a mesma melodia. Esses cantores de música gospel se baseia em quê pra seguir esses ritmos? Se forem da igreja, mas cantar pagode, pode?

  3. Então, o cristão não tem problema nenhum em ouvir qualquer musica que seja religiosa (meio evangelico)? Olha, o grande problema das pessoas é julgar por causa do meio, não por causa do conteúdo, só por que uma música não foi feita no intuíto religioso, é uma musica ruim? Então, se assim for, qualquer musica religiosa gospel é adequada para o cristão ouvir? Não, generalizações são tão ineficazes quanto o legalismo. É lógico que boa parte das musicas seculares devem ser evitadas, mas não é por causa de muitas que todas são ruins. Da mesma maneira, não é por que uma música é gospel, que realmente deve ser ouvida, nem toda musica religiosa é louvor a Deus, as vezes, a pessoa prega uma heresia e vc absorve escutando a musica e achando que é coisa de Deus. Não se engane pelos lobos em pele de cordeiro, isso tudo não passa de religiosidade, não é por que alguém ou algo se esconde no manto gospel que é realmente bom e a bíblia deixa claro para termos cuidado com religiosidade. Em suma, se vc acha melhor não ouvir musica secular e não gosta, maravilha, cada uma faz o que achar nescessário com base no espírito santo, mas lembre-se, que o que é eficaz para vc, pode nãos ser nada para outra pessoa. Para mim, classificar toda musica secular como pecaminosa ou incoveniente não passa de religiosidade, tal como não julgar nenhuma musica gospel tocada na igreja, achando que todas são louvores genuinos a Deus. E outra, a bíblia não reprime a nossa espressão, pois ainda somos seres sentimentais e pensantes, feitos com prazer, o que Deus quer para a nossa vida é que nos abstenhamos das obras da carne. Eu não consigo dar crédito a sua afirmação: “musicas seculares com letras cristãs são um verdadeiro absurdo”, para mim, isto é religiosidade, nada mais. Será que o louvor que damos a Deus sem nenhum prazer é verdadeiro? Não, o que é forçado é de mentira, as vezes, o prazer que uma boa musica secular me dá me faz louvar a Deus mas do que se eu estivesse prendido a ouvir somente musica religiosa. O que a religião faz é reprimir as pessoas e as impedirem de adorarem a Deus em espirito e verdade, ditando o que elas devem escutar e muitas outras coisas que só produzem uma religiosidade falsa e fajuta. Não entra em minha cabeça essa historia de generalizar pelo meio.

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.