Os nomes de Deus e seus significados

Os nomes de Deus

Cada Evangélico quer Saber mais sobre Deus e isso é um fato! a grande questão sobre quem Deus é acontecem o tempo todo. Os nomes de Deus, a cada grande descoberta ou nova ferramenta parece gerar, pelo menos, duas coisas novas para fazer.

O nosso Deus que é todo poderoso, possuem nomes que estão registrados na história Bíblica como podemos observar no grego e hebraico.

Neste artigo veremos os nomes de Deus no Antigo Testamento qual a importância de seus significados para o cristão hoje em dia.

OS NOMES DE DEUS: COMO ERA CHAMADO?

Jeová

Vejamos agora como Deus era chamado no Antigo Testamento e o significado de Seus nomes:

Os nomes de Deus, sempre está relacionado ao poder Dele.

EL, ELOAH: Deus “poderoso, forte, proeminente” (Isaías 9:6)

Isaías 9.6: Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz. Os nomes de Deus são para ser lembrado e meditado

– Etimologicamente, El parece significar “poder”, como em “Tenho o poder para prejudicá-los” (Gênesis 31:29): Tenho poder para prejudicá-los; mas, na noite passada, o Deus do pai de vocês me advertiu: ‘Cuidado! Não diga nada a Jacó, não lhe faça promessas nem ameaças’.

El é associado com outras qualidades, tais como:

  • Integridade (Números 23:19): Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa. Acaso ele fala e deixa de agir? Acaso promete e deixa de cumprir?
  • Zelo (Deuteronômio 5:9): Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor, o teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelo pecado de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam,
  • E compaixão (Neemias 9:31): Graças, porém, à tua grande misericórdia, não os destruíste nem os abandonaste, pois és Deus bondoso e misericordioso.

Mas a raiz original de ‘poder’ continua. Os nomes de Deus fazem o verdadeiro sentido do Senhor.

Veja também o artigo: ”Formas de ensino da Igreja primitiva”

ELOHIM: Deus “Criador, Poderoso e Forte” (Gênesis 17:7Jeremias 31:33)

Gênesis 17.7: E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti.

Jeremias 31.33: Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo

– A forma plural de Eloah, a qual acomoda a doutrina da Trindade. Da primeira frase da Bíblia, a natureza superlativa do poder de Deus é evidente quando Deus (Elohim) fala para que o mundo exista (Gênesis 1:1). 

Jeová

EL SHADDAI: “Deus Todo-Poderoso”, “O Poderoso de Jacó” (Gênesis 49:24; Salmo 132:2,5) –

Gênesis 49:24: O seu arco, porém, susteve-se no forte, e os braços de suas mãos foram fortalecidos pelas mãos do Valente de Jacó (de onde é o pastor e a pedra de Israel).

Salmo 132:2,5:

2 Como jurou ao Senhor, e fez votos ao poderoso Deus de Jacó, dizendo:

5 Enquanto não achar lugar para o Senhor, uma morada para o poderoso Deus de Jacó.

Fala do poder supremo de Deus sobre todos. 

ADONAI: “Senhor” (Gênesis 15:2; Juízes 6:15)

Gênesis 15:2: Então disse Abrão: Senhor DEUS, que me hás de dar, pois ando sem filhos, e o mordomo da minha casa é o damasceno Eliézer?

Juízes 6:15: E ele lhe disse: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu pai.

– Usado no lugar de YHWH, o qual os judeus achavam ser sagrado demais para ser pronunciado por homens pecadores. No Antigo Testamento, YHWH é mais utilizado em tratamentos de Deus com o Seu povo, enquanto que Adonai é mais utilizado quando Ele lida com os gentios. 

Veja também o artigo: ”Curiosidade sobre o céu”

YHWH / YAHWEH / JEOVÁ: “SENHOR” (Deuteronômio 6:4, Daniel 9:14)

Deuteronômio 6:4: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.

Daniel 9:14: Por isso o Senhor vigiou sobre o mal, e o trouxe sobre nós; porque justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as suas obras, que fez, pois não obedecemos à sua voz.

– A rigor, o único nome próprio para Deus. Traduzido nas bíblias em português como “SENHOR” (com letras maiúsculas) para distingui-lo de Adonai, “Senhor”. A revelação do nome é primeiramente dada a Moisés “Eu sou quem eu sou” (Êxodo 3:14). Este nome especifica um imediatismo, uma presença. Yahweh está presente, acessível, perto dos que o invocam por:

  • Livramento (Salmo 107:13): Então clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.
  • Perdão (Salmo 25:11): Por amor do teu nome, Senhor, perdoa a minha iniquidade, pois é grande.
  • E orientação (Salmo 31:3): Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; assim, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me.

JEOVÁ-JIRÉ: “O Senhor proverá” (Gênesis 22:14)

Gênesis 22:14: E chamou Abraão o nome daquele lugar: o Senhor proverá; donde se diz até ao dia de hoje: No monte do Senhor se proverá.

– O nome utilizado por Abraão quando Deus proveu o carneiro para ser sacrificado no lugar de Isaque. 

Jeová

JEOVÁ-RAFA: “O Senhor que sara” (Êxodo 15:26)

Êxodo 15:26: E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara.

Artigo recomendado: ”O que sabemos sobre os anjos?”

JEOVÁ-NISSI: “O Senhor é minha bandeira” (Êxodo 17:15).

Êxodo 17:15: E Moisés edificou um altar, ao qual chamou: O SENHOR É MINHA BANDEIRA.

– Onde por bandeira entende-se um lugar de reunião antes de uma batalha. Esse nome comemora a vitória sobre os amalequitas no deserto em Êxodo 17.

JEOVÁ-MAKADESH: “O Senhor que santifica, torna santo” (Levítico 20:8, Ezequiel 37:28)

Levítico 20:8: E guardai os meus estatutos, e cumpri-os. Eu sou o Senhor que vos santifica.

Ezequiel 37:28: E os gentios saberão que eu sou o Senhor que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no meio deles para sempre.

– Deus deixa claro que apenas Ele, e não a lei, pode purificar o Seu povo e fazê-los santos. 

JEOVÁ-SHALOM: “O Senhor nossa paz” (Juízes 6:24)

Juízes 6:24: Então Gideão edificou ali um altar ao SENHOR, e chamou-lhe: O SENHOR É PAZ; e ainda até o dia de hoje está em Ofra dos abiezritas.

– o nome dado por Gideão ao altar que ele construiu após o Anjo do Senhor ter-lhe assegurado de que não morreria como achava que morreria depois de vê-lO. 

Artigo recomendado: ”O que sabemos sobre os anjos 2”

JEOVÁ-ELOIM: “Senhor Deus” (Gênesis 2:4, Salmo 59:5)

Gênesis 2:4: Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o Senhor Deus fez a terra e os céus,

Salmo 59:5: Tu, pois, ó Senhor, Deus dos Exércitos, Deus de Israel, desperta para visitares todos os gentios; não tenhas misericórdia de nenhum dos pérfidos que praticam a iniquidade.

– Uma combinação do singular nome YHWH e o nome genérico “Senhor”, significando que Ele é o Senhor dos senhores. 

Jeová

JEOVÁ-TSIDIKENU: “O Senhor nossa justiça” (Jeremias 33:16)

Jeremias 33:16: Naqueles dias Judá será salvo e Jerusalém habitará seguramente; e este é o nome com o qual Deus a chamará: O Senhor é a nossa justiça.

– Tal como acontece com Jeová-Makadesh, só Deus proporciona a justiça para o homem, em última instância, na pessoa de Seu Filho, Jesus Cristo, o qual tornou-se pecado por nós “para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Coríntios 5:21). 

2 Coríntios 5:21: Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.

JEOVÁ-ROHI: “O Senhor nosso Pastor” (Salmo 23:1)

Salmo 23:1: O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

– Depois de Davi ponderar sobre seu relacionamento como um pastor de ovelhas, ele percebeu que era exatamente a mesma relação de Deus com ele, e assim declara: “Yahweh-Rohi é o meu Pastor. Nada me faltará” (Salmo 23:1). 

JEOVÁ-SHAMMAH: “O Senhor está ali” (Ezequiel 48:35)

Ezequiel 48:35: Dezoito mil canas por medida terá ao redor; e o nome da cidade desde aquele dia será: o Senhor está ali.

– O nome atribuído a Jerusalém e ao templo lá, indicando que o outrora partida glória do Senhor (Ezequiel 8-11) havia retornado (Ezequiel 44:1-4). 

JEOVÁ-SABAOTH: “O Senhor dos Exércitos” (Isaías 1:24, Salmos 46:7)

Isaías 1:24: Portanto diz o Senhor, o Senhor dos Exércitos, o Forte de Israel: Ah! tomarei satisfações dos meus adversários, e vingar-me-ei dos meus inimigos.

Salmos 46:7: O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

– Exércitos significa “hordas”, tanto dos anjos quanto dos homens. Ele é o Senhor dos exércitos dos céus e dos habitantes da terra, dos judeus e gentios, dos ricos e pobres, mestres e escravos. O nome expressa a majestade, poder e autoridade de Deus e mostra que Ele é capaz de realizar o que determina a fazer. 

EL ELIOM: “Altíssimo” (Deuteronômio 26:19)

Deuteronômio 26:19: Para assim te exaltar sobre todas as nações que criou, para louvor, e para fama, e para glória, e para que sejas um povo santo ao Senhor teu Deus, como tem falado.

– Derivado da raiz hebraica para “subir” ou “ascender”, então a implicação refere-se a algo que é muito alto. El Elyon denota a exaltação e fala de um direito absoluto ao senhorio. 

EL ROI: “Deus que vê” (Gênesis 16:13)

Gênesis 16:13: E ela chamou o nome do Senhor, que com ela falava: Tu és Deus que me vê; porque disse: Não olhei eu também para aquele que me vê?

Lembre-se que os nomes de Deus, relaciona a várias etapas da história bíblica.

– O nome atribuído a Deus por Agar, sozinha e desesperada no deserto depois de ter sido expulsa por Sara (Gênesis 16:1-14). Quando Agar encontrou o Anjo do Senhor, ela percebeu que tinha visto o próprio Deus numa teofania. Ela também percebeu que El Roi a viu em sua angústia e testemunhou ser um Deus que vive e vê tudo.  Os nomes de Deus, pode ser lembrados como uma forte esperança do Deus todo poderoso.

Jeová

EL-OLAM: “Deus eterno” (Salmo 90:1-3)

Salmo 90:1-3:

1 SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração.

2 Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus.

3 Tu reduzes o homem à destruição; e dizes: Tornai-vos, filhos dos homens.

– A natureza de Deus não tem princípio, fim e nem quaisquer limitações de tempo. Deus contém dentro de Si mesmo a causa do próprio tempo. “De eternidade a eternidade, tu és Deus.” 

Percebe-se que os nomes de Deus, em seu original, tento grego como Hebraico, direcionam ao poderio de Deus.

EL-GIBOR: “Deus Poderoso” (Isaías 9:6)

Isaías 9:6: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

– O nome que descreve o Messias, Jesus Cristo, nesta porção profética de Isaías. Como um guerreiro forte e poderoso, o Messias, o Deus Forte, vai realizar a destruição dos inimigos de Deus e governar com cetro de ferro (Apocalipse 19:15). 

Apocalipse 19:15: E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.

Os nomes de Deus, fazem parte da história da humanidade, mas seus significados, nos enchem de esperança.

OS NOMES DE DEUS: EXORTAÇÃO

Depois de tudo isso que você leu, gostaria de fazer algumas perguntinhas para sua meditação.

  1. Como Deus age em sua vida?
  2. Qual o poder do Senhor, que é capaz de dissipar as trevas?
  3. Você acredita na providência de Deus?
  4. Deus é capaz de agir a seu favor?

TOME UMA DECISÃO DE ACREDITAR EM DEUS, E JAMAIS ESQUEÇA DE SEU NOME. ELE TEM PODER!

CONCLUSÃO:

Depois de entender os fatos sobre Os nomes de Deus e Seus significados, você pode seguir em frente com confiança. Isso é um grande começo para qualquer Evangélico! Mas como você pode ver, isso é realmente apenas a ponta do iceberg.

Independentemente de como você optar por exercer sua fé, não basta sentar-se e esquecê-lo. Coloque-o em bom uso para que você possa obter saber mais sobre Deus, que é realmente o que cada Evangélico quer, certo? Claro!

Pense nisso

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui ou deixe um comentário

Be the first to comment

Deixe um comentário...