Mulher maravilha, existe isso?

Super mulher

Infelizmente existem maridos que exigem de suas esposas mais do que elas podem dar, e na verdade, para estes, suas mulheres deveriam ser um tipo de Mulher Maravilha. 

Onde de forma perfeita são obrigadas a desenvolver as mais diferentes performances. 

Nesta perspectiva suas esposas são constrangidas a desenvolver com a perfeição uma tríplice missão.

Cujas principais responsabilidades são trabalhar fora cuidar da casa, além de satisfazer as taras sexuais de seus cônjuges.

Então, iremos abordar o assunto com orientação da Palavra de Deus:

ESPOSA NÃO QUER DIZER MÁQUINA E MUITO MENOS MULHER MARAVILHA!

Mulher maravilha

Ora, vamos combinar uma coisa?  Cobrar das mulheres perfeição e agilidade no que fazem é no mínimo desumano, e Ora, se não bastasse ter que trabalhar fora, a maioria delas cuidam da casa sozinhas.

Isto porque, seus esposos consideram que este tipo de tarefa não cai bem aos homens. 

Para piorar a situação, os machões da modernidade ainda exigem que suas esposas estejam “inteiras” à noite, prontas como um vulcão para o ato sexual.

Veja o artigo: “O poder da mulher cristã no tempo presente”

Caro leitor, creio veementemente que os maridos deveriam rever seus conceitos tratando suas esposas com mais dignidade, além obviamente de não exigir que suas mulheres sejam como a Mulher Maravilha.

Até porque, do ponto vista humano ninguém consegue cumprir com perfeição tarefas hercúleas como estas.  Como já escrevi anteriormente, do ponto de vista cristão, os homens não são melhores do que as mulheres. 

Na verdade, macho é fêmea são iguais perante o Criador.  Cabe, portanto, aos maridos tratarem suas esposas com respeito e excelência, entendendo que no Senhor devemos cuidar de nossas esposas com Cristo cuida da sua igreja.

 CONCLUSÃO

A mulher foi criada para ser auxiliadora do homem, não uma escrava. Nós maridos devemos trata-las com a mais preciosa das flores, sendo obrigação nossa, pela Palavra de Deus, ama-las

Pense nisso e siga em frente!

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui embaixo e deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.