Moda evangélica: O que é isso?

moda evangélica

Em meio a diferentes tendências de moda disseminadas pela mídia televisiva e redes sociais, neste artigo veremos o que é moda evangélica e seus pilares.

As vezes pode ser difícil para um cristão conciliar padrões de moda pregados pela sociedade com o simples desejo de parecer bem ao utilizar uma determinada peça de roupa.

Mas a moda evangélica está presente na vida do cristão e precisamos entende-las.

Contudo, antes de continuar quebrando esses tabus existentes sobre a moda evangélica, vamos esclarecer primeiro a principal questão de todas:

O que é, de fato, a moda evangélica?

O QUE É DE FATO A MODA EVANGÉLICA?

moda evangélica

Pode até parecer uma ideia seletiva e restritiva demais, mas, na verdade, a moda evangélica tem crescido e expandido os horizontes das tendências e mercado de roupas.

Mas o que é e ao que diz respeito, de fato, a moda evangélica?

Pra explicar essa ideia da forma mais clara possível, basta ter em mente as principais e mais recentes tendências da moda geral dos dias de hoje:

Roupas curtas ou apertadas demais, que, na maioria das vezes, visa realçar determinadas características do corpo, a fim de dar uma ideia sensual ou chamativa ao visual.

Veja o artigo: “Posso ir para a Igreja de bermuda?”

Ainda que as roupas “comuns” sejam desprovidas de grandes decotes ou tecidos apertados.

Elas apresentam traços que atendem, em geral, os traços mais bem definidos do corpo, seja essa roupa destinada a mulheres ou homens.

Se estamos falando de jovens cristãos, isso pode se tornar inadequado, principalmente ao falarmos sobre como se arrumar para ir à Igreja.

É preciso ter maior reverência e respeito na Casa de Deus, e a moda evangélica tenta conciliar essa necessidade de reverência na Igreja com as tendências da moda disseminada pela sociedade.

Portanto, a moda evangélica trata exatamente disso! Ela existe para representar uma alternativa às tendências do mundo.

Mas sem desconsiderar a sofisticação e importância da boa aparência.

Só porque os modelos da moda evangélica não são decotados, curtos ou apertados não quer dizer que sejam “cafonas” ou mesmo “fora de moda”.

O objetivo é produzir e disseminar roupas que tenham estilo próprio, bem definido, e ao mesmo tempo conciliem beleza e estilo com modelos mais “comportados”.

E que sigam as tendências gerais, porém voltadas para o público cristão.

Parece uma excelente ideia, não é mesmo?

MODA EVANGÉLICA: POR QUE É IMPORTANTE?

moda evangélica

O que a maioria das pessoas não consegue compreender é a importância de o cristão ser diferenciado em todos os aspectos do mundo.

A Bíblia diz para fugirmos da aparência do mal, ser sal na terra, luz nesse mundo que jaz do maligno.

Para efetivar essa missão de dar testemunho da Palavra e pregar o evangelho à toda criatura.

Precisamos nos aprofundar em conhecer ao Senhor.

E isso acontece quando nos separamos à Ele de todas as formas. Inclusive quanto às roupas.

A moda é uma manifestação de tudo aquilo que somos: podemos demonstrar traços de nossa personalidade.

Gostos, preferências de filmes, musicas e até o que sentimos ou pensamos.

Veja o artigo: “Devo ir à Igreja de saia ou calça? Qual o correto?”

Está tudo na estampa de nossas blusas, nos tecidos de nossas calças e até no estilo de nossos sapatos.

Tudo isso aplicamos a homens e mulheres. Se a moda é algo tão importante para a sociedade geral, por que não seria mais importante ainda para o cristão?

Ela pode servir tanto como uma forma de explanar a maneira como somos quanto pregar o evangelho através de uma mensagem escrita ou o simples porte diferenciado de moda.

Assim, a moda evangélica é importante, primeiramente, para ser aplicada dentro da Igreja, e ao se dirigir à Casa de Deus, ainda mais se nos direcionaremos ao altar.

Sempre é preciso estar atento ao que usaremos para adorar a Deus e servir de exemplo para outras pessoas. Essa é a maior importância da moda evangélica.

Em segundo lugar, ela serve como alternativa para aqueles que cansaram de se sentir incomodados com suas vestimentas e desejam aderir a um novo padrão, a fim de demonstrar a Deus sua separação do mundo a Ele.

PRECISO SER CAFONA USANDO MODA EVANGÉLICA?

moda evangélica

O interessante sobre a moda evangélica é que ela não precisa ser quadrada ou antiquada só porque reflete o desejo de se vestir de forma adequada ao Senhor.

Assim como qualquer outra peça de roupa normal, as peças evangélicas apresentam variedade para gostos, idades, sexos e, acima de tudo, tendências do momento.

Logo, não é preciso ser “careta” ou “cafona” para vestir uma moda evangélica. As opções não são nada restritivas e você permanece sim na moda!

Existem diversos modelos e variedade de cores, tecidos e todo tipo de blusas, calças, vestidos, saias e afins. Assim como qualquer outra opção de moda, basta adequá-la ao seu interesse.

Veja o artigo: “Roupas evangélicas femininas: como devo me vestir?”

Além de tudo, você não precisa se preocupar, acreditando que todos os vestidos ou saias são longas, ou todas as blusas são antiquadas, em cores sempre neutras e sem graça, sem bordado ou detalhe feminino ou masculino algum.

As estampas, cores e tecidos são aplicados devidamente à moda evangélica, seguindo os padrões e tendências do momento da moda geral.

As adaptações são feitas de acordo com o mercado cristão, e não necessariamente são todas simples, longas ou largas, a moda evangélica entende a necessidade de estar bem, parecer bem e se vestir bem.

E você não precisa estar fora de moda ou ser considerado “cafona” pela sociedade apenas por querer se vestir de maneira diferenciada.

(Veja aqui o artigo: Uso roupas estilosas, será que estou errado?)

Assim, o mais importante de tudo é que você não precisa abrir mão de seus valores cristãos na hora de se vestir, e também não precisa se vestir mal por causa disso.

Tudo isso se trata apenas de conciliação de idéias, bom senso e, principalmente, discernimento.

Vale a pena, não é?

QUAIS AS TENDÊNCIAS DA MODA EVANGÉLICA?

moda evangélica

Diferentemente do que muitos acreditam, as tendências da moda evangélica costumam seguir os mesmos padrões da moda convencional, porém adaptada para o objetivo de conciliar conforto, beleza e qualidade.

Para atender todos os públicos, algumas marcas se especializam em determinadas faixas etárias ou gênero.

As roupas fabricadas pela Hapuk – uma das marcas de moda evangélica mais bem conceituadas – voltam-se para o público jovem.

Que gosta de se vestir com elegância. Suas coleções estão sempre atentas às tendências atuais, apresentando modelos e estampas modernas e despojadas.

Veja o artigo: “Roupas evangélicas masculinas: Como me vestir?”

Outra marca de moda evangélica bem conhecida é a Nítido.

Em sua última coleção de primavera-verão 2015, a marca teve a cantora Aline Barros como garota propaganda da grife.

Indicado para quem não abre mão de usar jeans modernos e na moda!

A Fasciniu’s também costuma desenvolver tecidos diferenciados, famosos por serem elegantes e modernos.

CONCLUSÃO:

Como pudemos constatar, a questão da moda evangélica e seus estigmas merecem ser quebrados e aderidos pelos cristãos dos dias de hoje.

Ao entendermos como essa tendência funciona, o que prega, qual sua importância para nós como cristãos.

E mais importante, o que ela, de fato, é, poderemos aprimorar nosso testemunho em Cristo.

E nos firmar melhor nos caminhos do Senhor.

Chega de pensar em tabus e estereótipos de que a moda evangélica é antiquada.

E não segue as tendências da moda convencional e não serve para quem gosta de se arrumar bem.

É preciso, antes de tudo, ter as informações corretas, para tirar as devidas conclusões sobre um determinado assunto.

Esperamos que todos os estigmas quanto à moda evangélica tenham sido solucionados.

E que todos tenham tido o pleno conhecimento do que é, verdadeiramente, a moda evangélica.

Pense nisso

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui ou deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.