Filhos de pais separados tendem a abandonar a fé?

pais separados

Um dos grandes problemas da realidade atual é filhos de pais separados que, dentro e fora da igreja, tendem a aumentar e trazer certas dúvidas em nosso meio. 

Até cerca de 30 ou 40 anos atrás, a situação do divórcio não era algo tão cotidiano.

Tanto na igreja quanto na sociedade comum – e, por isso, não era uma discussão tão abordada nas igrejas.

Porém, com o passar dos anos, houve uma popularização dessa situação, e essa se tornou uma realidade muito forte em meio aos cristãos.

Em meio a isso tudo, os filhos de pais separados tendem a viver uma situação complicada na igreja e com todos os conflitos familiares e a questão muitas vezes mal abordada pelos crentes.

Mas será que isso é realmente verdade?

FILHOS DE PAIS SEPARADOS NÃO INDICAM A DERROTA

Filhos de pais separados

Filhos de pais separados, geralmente, enfrentam muitos conflitos.

Quando estas pessoas, acima de tudo, são cristãs, os conflitos tendem a serem maiores.

Devemos sempre a passagem bíblica sobre família, que melhor ajudará no conhecimento da Palavra de Deus para a questão em tese. E sabemos que filhos herança do senhor.

Com diferentes pressões dentro da igreja e temas como divórcio mal abordados, esses filhos podem sofrer grandes aflições, mesmo dentro da igreja.

Porém, é necessário considerar que estas pessoas não estão mais sujeitas a abandonar a fé do que qualquer outra. A bíblia, por sua vez, nos adverte quanto a situações como essas.

Veja o artigo: ‘’O que faz você afastar os filhos da Igreja e de Cristo?’’

Em situações de dúvidas e dilemas, a melhor maneira de resolver problemas e pedir aconselhamentos é pedir o direcionamento a Deus através de sua palavra.

Podemos ler isso em João 16:33, que diz: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.

Continuar lutando contra as dificuldades e realizando o bom combate, mesmo se formos filhos de pais separados.

Ainda, em Romanos, capítulo 8, versículos 38 e 39 vemos a confirmação do amor e união de Deus conosco de tamanha forma.

Que temos certeza que nada pode nos separar de seu amor e, portanto, nem mesmo o divórcio de pais devem abalar nossa fé.

DEUS NÃO SE ESQUECE DE NENHUM DE SEUS FILHOS

Filhos de pais separados

Outro ponto importante a destacar é que, aqueles que têm certeza do amor de Deus e conhecem sua palavra a ponto de saber que Ele nunca se esquece de seus filhos têm a convicção de sua fé e a não a deixam abalar.

Mesmo que a questão de ter pais separados seja complicada, a palavra de Deus serve de consolo.

A situação pode se tornar ainda mais complicada quando a separação não é amistosa, ou uma das partes não segue os caminhos do Senhor. 

Em meio a disputas e discussões entre pais, é comum o filho se sentir abandonado, desconsiderado ou sem importância pelos pais. Talvez até culpado.

Veja também o artigo: ‘’Falando de sexo para os filhos: como fazê-lo?’’

Mas a bíblia diz, em Isaías 49:15 o seguinte: “Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre?

Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti”.

Diante disso, vemos que, mesmo em meio a algo tão raro quanto à própria mãe não se compadecer de um filho, Deus nunca se esquece de seus filhos.

A bíblia ainda diz que nenhum fio de cabelo cai de nossas cabeças sem que Ele saiba.

Então, devemos confiar em seus propósitos e manter nossa fé Nele.

Se fizermos isso, ainda que sejamos filhos de pais separados, não abandonaremos a fé.

O SENHOR ACOLHE AOS DESAMPARADOS DE PAIS

Filhos de pais separados

Acima de tudo, nosso pensamento para com Deus deve ser de um Pai que está sempre presente em nossas vidas.

A grande verdade é que mensagem dia dos pais evangélicos, parece ser algo distante da realidade.

O casamento cristão deve permanecer para o resto da vida, mas não podemos garantir que os mesmos cumpram o propósito divino.

Veja o artigo: ”Cuidado com as amizades”

Em Salmos 27:10, o salmista Davi diz exatamente isso: “Porque, se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá”.

Portanto, em situações como separações de pais, questões de custódia, discussões familiares e tudo que envolve tal realidade, os filhos devem ter sempre esse versículo em mente.

Basta confiarmos de que fará sempre o melhor para nós.

Ao fazermos isso, estamos exercitando nossa fé, e não a abandonando.

É dessa maneira que filhos de pais separados permanecem na fé e na presença de Deus.

Por fim, pensemos sempre que somos importantes para Deus.

Tão importantes que ele enviou seu filho unigênito para morrer em nosso lugar.

CONCLUSÃO

Por isso, devemos sempre confiar que Deus sabe de todas as cosias, e se nossos pais forem separados. 

E tantos conflitos estiverem acontecendo, é porque Ele tem um propósito diante disso.

Talvez nós sejamos levantados para mudar a situação de nossa casa, ou talvez Deus revele seus propósitos com o passar do tempo.

Que a realidade de toda a família, divorciada ou não possa a ser de servirem todos ao Senhor.

Se você gostou deste artigo, curta no Facebook ou compartilhe, clique aqui ou deixe um comentário.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.