Falando de sexo para os filhos: como fazê-lo?

Filha e mãe

Se falarmos de sexo para os filhos cristãos em um tempo tão depravado, será que ele entenderá claramente a questão ou ficará mais confuso ainda?

Os Pais se perguntam: “Se dermos informação excessiva despertaremos a curiosidade por coisas que ainda nossos filhos não têm idade? ”.

De modo geral, sexo para os filhos, sugerimos que responda o que lhe perguntem, não retenha informação, mas não seja excessivamente detalhista com elementos que possam ser confusos ou mal interpretados.

Os jovens já estão expostos a uma grande quantidade de informações, que dão muita preocupação aos seus pais. Devemos falar de sexo com calma e paciência.

Segue alguns princípios para meditação de nosso estudo:

FALAR DE SEXO PARA OS FILHOS É PRIMEIRO FALAR DA BÍBLIA

sexo para os filhos

1- Seja acessível

Os pais que sentem receio para falar sobre sexo de uma forma mais “aberta”, tem filhos que “nunca” perguntam. Pois “nunca” encontram momentos em que se possa dialogar ou perguntar.

Veja o artigo: “Educação sexual, quando começar?”

Tenha em mente que a educação é um processo gradual que perdura ao longo dos anos. Não se pode ensinar aos seus filhos tudo na vida em uma pequena conversa. Não se aprende usar o banheiro, comer ou falar de ensinarmos uma única vez.

2 – Aborde o tema com naturalidade.

Nos primeiros anos de vida de seus filhos, as intervenções devem ser preventivas, sem ser alarmista. Se deve educar sobre os cuidados do corpo e a integridade sexual sem infundir medos que limitem a vida.

3- Responda com a Verdade.

Seja concreto. Evite ir pelos cantos ou recitar sermão. Responda o que lhe pergunte. Quando seu filho se “desconectar” e deixa de prestar atenção, é o momento de terminar com o discurso.

4- Introduza A Deus na cena.

Pode ensinar a seus filhos muitas coisas, mas não obriga-los a aprender.

Poderá guia-los, mas não te responsabilizar pelo que eles façam.

Poderá instruí-los sobre o bom e o mal, mas não decidir por eles.

Poderás dar-lhes amor, mas não obriga-los que o aceitem.

Poderás aconselha-los sobre as boas amizades, mas não as escolhes

Poderá alertá-los quanto ao pecado, mas não os fazer pessoas morais.

Poderá falar de Jesus, mas não poderá fazer que Jesus seja seu Senhor

Poderá educa-los sobre sexo, mas não os manter puros.

CONCLUSÃO

O que você quer para tua vida, tua família e teu futuro? Saiba que até as pequenas atitudes falam muito mais alto que as mais fortes e impactantes palavras.

Eu sonho em ter minha família toda na igreja até o fim, para, então, tê-la completa no Lar Celestial; e você?

Pense nisso e siga em frente!

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui embaixo e deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.