Estudo sobre a adoração

ADORAÇÃO

Ao contrário do que muitos imaginam, adoração vai muito além de entoar cânticos! Na verdade, quando nos propomos a adorar a Deus, estamos através da adoração descrevendo nossa gratidão pelos seus feitos, pelas suas maravilhas, pelas suas qualidades e atributos, os quais o destaca!

Em Mateus 4:10, durante sua tentação, Jesus diz ao diabo – “ao Senhor Teu Deus adorarás e só a Ele darás culto” usando as palavras da Lei em Êxodo 20:4 e 5, quando Deus ordena ao povo de Israel: Só a Ele adoração e o culto.

O constante desígnio de Satanás é roubar aquilo que é devido a Deus – a adoração.  Mesmo sabendo que fomos feitos para louvor e glória do Deus vivo, (Ef.  1:12 – a fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que de antemão esperamos em Cristo).

Vejamos alguns aspectos para o nosso estudo de hoje:

A ADORAÇÃO É ALGO PRESENTE E PURO

ADORAÇÃO

Sutilmente a idolatria à imagens e ídolos foi se infiltrando no culto da cristandade e foi assim corrompendo o entendimento dos líderes e crentes em geral. 

A forma pagã e judaica de templo foi sendo imposta à Igreja fazendo assim que os templos vivos que somos nós os redimidos (I Cor 3:16), lugar da verdadeira adoração fossem reduzidos a simples membros na maioria “leigos”.

Por dezenas de séculos de escuridão e inoperância foram dependentes de um sacerdócio externo para cultuar a Deus, de geração em geração. 

Quando, portanto, Jesus focaliza ao Pai está focalizando também a si mesmo (quem vê a mim vê ao Pai – Jo.14:9) e está focalizando também ao Espírito Santo (Jo.14:26). A trindade Santa, portanto, são o foco da nossa adoração e a Eles nos achegamos com liberdade e amor.

PORQUE DEVEMOS ADORAR?

adoração

Esta pergunta invade o meu coração pelo fato de entender que Deus é suficiente em Si, não apenas em sua grandeza e majestade, mas em tudo. 

Veja o artigo: “Porque o ministério de louvor parou no tempo?”

O adorador é aquele que faz uma opção por Deus, optando por Jesus e pelo seu reino, opta em Ter comunhão com Deus, comunhão esta que não é imposta por vontade divina mas é uma livre opção de amor. 

A parte de Deus é completa e perfeita seu amor por nós é inquestionável, porém ele espera por cada um de nós quando através de Cristo por obra do Espírito Santo que enche nosso coração do Seu amor revelado a nós por pela plenitude de Jesus e depois retorna para Ele. 

A verdadeira adoração é uma opção deste abrir-se ao amor divino, feita por cada um de nós, se não fosse assim porque Deus estaria procurando verdadeiros adoradores

Qual é a nossa opção?  Deus governa sobre todas as coisas, menos sobre a nossa opção por adorá-lo ou não.  Deixa para nós esta única e pequena atitude.

Adoração emana do amor.  Deus quer ser amado por nós.  O que trás eficácia na adoração é o amor.  O que dá conteúdo as nossas expressões de adoração é a nossa vida de amor expresso em aliança e compromisso para com Deus e o seu reino nesta aliança de amor

AMAR A DEUS ACIMA DE TUDO Sl.  18:1 

adoração

A maior característica dos adoradores não é a sua forma de cantar e louvar, mas sim o profundo amor que estes tem por Deus.  Sempre o que tem me chamado a atenção em homens como Abraão, Davi, os profetas e os discípulos de Jesus.

Posso pois entender que este amor que o texto fala de um amor sobrenatural que brota da própria presença do Pai em nós que nos faz amar a Deus, acima de todas as coisas. 

Veja o artigo: “Sujos por dentro | limpe o interior do corpo”

Em Dt.  11:1 Moisés ordenava ao povo “amarás, pois, o Senhor teu Deus”.  Agora pela graça nós podemos fazê-lo através do Espírito Santo. 

A obediência é outro fruto deste amor.  Um adorador tem prazer em obedecer a vontade do Pai.  Jesus assim o fez.  Em Jo 4:34 diz que minha comida e minha bebida é fazer a vontade daquele que me enviou isto é seu prazer maior.  

A vida de adoração de Cristo não foi regada de conceitos que muitas vezes impomos à nossa adoração como música ou palavras, mas sim foi expressa em uma incondicional vida de amor ao Pai expresso em obediência. 

Veja o artigo: “Qual tipo de música você tem tocado na Igreja?”

Em I Sam.  15:22 Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra?  Eis que o obedecer é melhor que o sacrificar, e o atender melhor que a gordura de carneiros. 

A grande diferença entre o tabernáculo de Moisés e o novo tabernáculo que aqui neste texto Deus começa a mencionar é a obediência requisitada por Ele que lhe agrada bem mais que os antigos sacrifícios.  Obediência estas que foi totalmente consumada em Jesus.

CONCLUSÃO

Nos disse também que tudo que pedíssemos em seu nome ele o faria colocando sobre nós um fundamento para nossa fé: SUA FIDELIDADE.  Somos fiéis por causa de um Deus Fiel.

Pense nisso e siga em frente!

Se você gostou deste artigo, curta ou compartilhe no facebook, clique aqui embaixo e deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.